Não é sonho, não! 

Então, sai do metrô, entrei numa estrada comprida, mais alta que o chão, sem nenhum carro circulando. Vi pessoas através das janelas dos apartamentos, mas elas não se importavam com isso. Foi aí que notei um monstro enorme, de boca escancarada, meio que vindo na minha direção… “Caraca, meu!” Pois é tudo verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s